Moreira Sales, domingo, 26 de maio de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Região

22/03/2019 | Concebido por Campo Mourão

Mourãoense é preso após participar de assalto milionário em Aeroporto de Santa Catarina

Mourãoense é preso após participar de assalto milionário em Aeroporto de Santa Catarina

Polícias Civil e Militar atuam de forma conjunta para conseguir localizar toda a quadrilha. A Polícia Civil confirmou à reportagem do Santa o montante encontrado dentro da ambulância usada pelos criminosos que cometeram um assalto no aeroporto de Blumenau. Segundo o delegado Anselmo Cruz, da Divisão de Roubos da Deic, são R$ 18 mil. Uma parcela pequena ao considerar que o roubo é estimado em R$ 9,8 milhões. Até as 8h30min desta quarta-feira, três suspeitos de envolvimento no crime haviam sido presos.

Um deles, inicialmente identificado como Ricardo Freitas Filho, na verdade é Paulo Sérgio Fonseca Ignácio (Campinas, SP, 31 anos). No momento da prisão, ele teria dado um nome falso aos policiais. Os outros dois suspeitos detidos foram identificados como Juliano Mocelin da Luz (Campo Mourão, PR, 37 anos) e Tiago Cristiano Juste (Itaquaquecetuba, SP, 33 anos). Os nomes foram confirmados pelas polícias Civil e Militar.

As investigações apontam que nenhum dos três suspeitos esteve no Aeroporto Regional de Blumenau, o Quero-Quero. Conforme a polícia, um dos presos foi contratado para vir buscar a ambulância e levar para São Paulo. Outro ficou de olheiro em Blumenau, para averiguar a movimentação da polícia. O terceiro ainda está sendo apurado, afirma o delegado.

De acordo com Cruz, eles formam uma quadrilha que teria vindo de São Paulo.

– As investigações continuarão até que sejam encontrados todos os envolvidos – garante o delegado.

O assalto

O assalto no Aeroporto Regional de Blumenau aconteceu na tarde de quinta-feira, dia 14. Os bandidos teriam atirado contra três carros-fortes que faziam a troca de malotes de dinheiro com um avião, que veio de Curitiba. Os bandidos usaram armamento pesado no ataque, incluindo um fuzil AK-47.

Um vídeo registrou mais de 50 tiros, e uma perícia confirmou que pelo menos 150 disparos foram feitos pelos criminosos. Durante a troca de tiros com os vigilantes, os bandidos acabaram acertando dois funcionários da empresa de transporte de valores e uma mulher, que trabalhava em uma empresa têxtil ao lado do aeroporto. Edivania Oliveira, 22 anos, chegou a ser atendida pelos bombeiros, mas morreu uma hora depois, no hospital.

A polícia localizou uma casa alugada desde outubro do ano passado pelos criminosos, onde o assalto teria sido planejado. Na fuga, eles usaram um furgão plotado como uma ambulância para despistar a polícia. Três suspeitos foram detidos na terça-feira.

 

PUBLICIDADE

Fonte: CAMPO MOURÃO | CIDADE PORTAL | NSC TOTAL

Mourãoense é preso após participar de assalto milionário em Aeroporto de Santa Catarina
Mourãoense é preso após participar de assalto milionário em Aeroporto de Santa Catarina
Mourãoense é preso após participar de assalto milionário em Aeroporto de Santa Catarina
Mourãoense é preso após participar de assalto milionário em Aeroporto de Santa Catarina
Mourãoense é preso após participar de assalto milionário em Aeroporto de Santa Catarina
Mourãoense é preso após participar de assalto milionário em Aeroporto de Santa Catarina

OPINE!

CIDADE PORTAL
(44) 3522-7297 | (44) 99979-8991 | (44) 99979-3334 | Goioerê-PR
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio
de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Site CIDADE PORTAL.

Desenvolvido por Cidade Portal